Cocaína: o que é, como é, quem usa, e como o organismo reage a esta droga?

O que é a cocaína?

Cocaína é uma droga extraída de uma planta, Erythroxylum coca, nativa da Cordilheira dos Andes. O uso dessa substância é classificado pela 5º edição do Manual de Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais, como Transtorno por Uso de Cocaína.

Como é a cocaína?

A droga pode se apresentar de duas formas: base ou sal. Ambas fazem o mesmo efeito no organismo, mas por serem de diferentes formas, a comercialização varia. A base pode ser fumada, o famoso Crack, já o sal pode ser injetado na veia ou ser inalado.

A cocaína comercializada normalmente é acrescida de outras substâncias químicas, como acetona, bicarbonato de sódio, entre outros produtos, que podem torná-la ainda mais perigosa.

Quem usa a cocaína?

Cerca de 18,2 milhões de pessoas no mundo fazem parte dessa classificação, sendo a faixa de idade de 15 a 64 anos, em média. América do Norte, Central e Sul abrigam o maior número de usuários de coca. A maior parte dos usuários são homens e jovens, entre 15 a 35 anos.

Nos Estados Unidos, a cocaína é a droga ilegal que mais leva os usuários às emergências de hospitais. Também é a droga que mais leva os usuários ao pedido de internação. E, infelizmente, é uma das drogas que mais leva o usuário a cometer suicídio.

foto de homem cheirando cocaína em Curitiba

Os padrões de uso da cocaína são associados a impulsos ou eventos esporádicos, como receber o salário e usá-la até que esta verba se esgote, ou que a droga finde. Também há pacientes com problemas neurológicos que se automedicam, em casos de déficit de atenção, sonolência excessiva, dores de cabeça intensas ou parkinsonismo. Quanto ao vício, usuários que usam cocaína através de fumo ou intravenosa correm maior risco do que os que usam somente por via nasal ou oral, devido a velocidade com que a droga atinge o cérebro, causando efeitos psicológicos mais rapidamente. Os usuários pesados de álcool e tabagismo têm maior propensão a experimentar a cocaína.

O que acontece no organismo de quem usa a cocaína?

A cocaína aumenta a atividade dos neurotransmissores no cérebro, principalmente a dopamina. O vício em cocaína foi conceituado como uma doença do sistema de recompensa da dopamina no cérebro, dando prazer imediato ao usuário. Além disso, tem ação de anestésico local. Por conta destes efeitos, quem faz uso uma vez da cocaína pode se tornar dependente dela.

A cocaína pode ainda ser uma porta de entrada para drogas mais pesadas como o Crack, por exemplo. Largar o vício e fazer a desintoxicação do organismo é um processo importante para obter uma melhor qualidade de vida.

Existem clínicas de tratamento para cocaína em Curitiba?

A Casa Liberdade, clínica de reabilitação em Curitiba, oferece tratamento especializado e orientação para aqueles que apresentam uso problemático algum tipo de drogas, assim como para aqueles que possuem familiares lidando com essas questões. Nos contate 24 horas, para saber nossos tratamentos e preços, em (41) 99607-3733.

tratamento para maconha e crack em curitiba