Manifestações clínicas do uso da cocaína: como identificar um usuário viciado em cocaína?

A cocaína pode ser ingerida de diferentes formas: intravenosa e fumada, sendo as maneiras mais fáceis da droga atingir o sistema nervoso, e ainda a inalada e via oral.

O uso da cocaína pode ser de maneira crônica e em eventos esporádicos, podendo levar a uma intoxicação aguda a depender da dose. Os efeitos esperados pelo uso da coca são: maior energia, atenção e sociabilidade ou euforia e diminuição da fadiga, necessidade de sono e apetite. Um sentimento intenso de prazer.

O grande abuso da substância pode levar à intoxicação aguda: o usuário se apresenta com ansiedade excessiva, ataques de pânico, paranóia, delírio, tremor, suor intenso, e sintomas psicóticos, como ouvir vozes ou sentir que há alguma coisa tocando nele, um animal rastejando por sua pele, por exemplo.

O uso crônico pode resultar em tolerância, normalmente quando o usuário ingere a droga em altas doses por várias vezes seguidas ou em sensibilização, quando o organismo reage de maneira exacerbada a droga, sendo isso associado a quem usa pouca quantidade de coca e com frequência menor. O uso crônico de cocaína está associado ao comprometimento cognitivo que afeta o desempenho visual e motor, a atenção, a memória verbal e a tomada de decisão sobre risco-recompensa.

Quando o usuário está em abstinência da droga, o seu corpo também mostra sinais específicos, como depressão, ansiedade, fadiga, dificuldade de concentração, diminuição da capacidade de sentir prazer (anedonia), aumento do desejo por cocaína, aumento do apetite, aumento do sono e sono agitado. Inclui também dor musculoesquelética inespecífica, tremores, calafrios e movimento motor involuntário.

A ideação suicida pode surgir em todas as situações supracitadas.

Em sistemas específicos do corpo, a cocaína age de diferentes formas: no cérebro, pode levar a um derrame; no coração pode acarretar em arritmias, infarto e falência do tecido cardíaco; no sistema respiratório, se inalada pelo nariz, pode provocar perfuração do septo; no sistema gastrointestinal, pode provocar úlceras; pode provocar o falecimento dos rins e disfunção sexual.

Tratamento para dependentes de cocaína em Curitiba

Precisa de ajuda? A Casa Liberdade, em Curitiba, oferece tratamento especializado, em espaço acolhedor com orientação para aqueles que apresentam uso problemático de drogas, assim como para aqueles que possuem familiares lidando com essas questões. Nos contate 24 horas, para saber nossos tratamentos e preços, em (41) 99607-3733.