Especialistas da Casa Liberdade, casa de reabilitação de dependentes de drogas como maconha e cocaína, em Curitiba, explica um pouco sobre o tratamento para a dependência da Cannabis (maconha). Confira a matéria:

Existem três  tipos de  plantas do gênero Cannabis, a popular maconha: sativa, indica e ruderalis.

Indica e sativa são as mais usadas para o fumo. Os efeitos psicoativos causados pela maconha vem de diversos elementos dela, não somente do conhecido THC. Junto a ele, o canabinol e o canabidiol atuam dando o efeito da droga.

Como a maconha age no organismo

No fumo,a fumaça entra nos pulmões e  atinge o cérebro em minutos. O pico dos efeitos causados pela droga ocorre em 30 minutos e a latência é de duas ou três horas. Além da maconha, existem outras formas que a Cannabis pode ser processada, como o Haxixe, que também é em forma de cigarro e apresenta menos THC; o skank que é uma mistura entre os tipos de Cannabis e que possui mais THC que a planta comum; e também o óleo de Cannabis, que é usado através de injeção, o que potencializa os efeitos maléficos da planta.

Efeitos psicoativos da maconha

Os efeitos psicoativos são melhora no humor, euforia, relaxamento, aumento do apetite, visões distorcidas da realidade.

No entanto, a droga também age com efeitos colaterais, como aumento da frequência cardíaca, menor hidratação de mucosas, diminuição da pressão ocular, entre outros. 

ATENÇÃO: Existem também os efeitos de acúmulo, ou seja, quando se usa a droga por um tempo mais prolongado: piora da ansiedade, crises de pânico, diminuição da cognição e memória, diminuição da capacidade motora, declínio da capacidade pulmonar, redução da substância cinzenta do cérebro, impotência, diminuição da fertilidade e da libido sexual, piora o quadro de problemas de saúde mental, pode desencadear a esquizofrenia, infecções pulmonares,  entre outros problemas sistêmicos.

Além de agredir o próprio corpo, a maconha pode ser o fator de fissura da estrutura de lares, de se afastar de amigos, perder a produtividade no trabalho, de gastos financeiros elevados, sendo um problema para além do usuário, mas de todos que o tem como ente querido.

A dependência da maconha ocorre quando é preciso da droga para viver bem a rotina, quando é necessário aumentar a dose para obter os mesmos efeitos ou quanto o corpo dá sinais de abstinência, principalmente falta de apetite e insônia. É recomendado procurar ajuda para reabilitação, sendo necessário período de abstinência, suporte técnico de equipe multiprofissional e rede de acolhimento para tal.

Tratamento para dependência da maconha em Curitiba

Você possui algum caso de usuário de maconha em sua família? Precisa de ajuda? A Casa Liberdade, clínica de reabilitação em Curitiba, pode te ajudar.

Oferecemos planos acessíveis em um ambiente de internamento, todo o acompanhamento é realizado por diversos especialistas, em um ambiente agradável, com espaço para realização de esportes, lazer, grupos de conversas.

O telefone 24h é (41) 3556-1511.